> > >

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

A "SOLUS CHRISTUS" DIVIDE CRISTO


O princípio "Solo Christus" visto por um ex-protestante

 LUIZ FERNANDO PÉREZ
E-mailImprimirPDF


No tempo em que nos importa viver, no qual os ventos do ecumenismo tornam a soprar cada vez com mais firmeza, não é nada fácil tentar dizer três ou quatro verdades sobre os nossos "irmãos separados". Eu, que durante nove anos de minha vida fui protestante, sei como é estar dos dois lados da cerca. É uma experiência inegavelmente peculiar. Apesar de encontrarmos do lado protestante uma grande maioria que julga que o catolicismo romano não é cristão, do lado católico não observamos com abundância aqueles que colocam em dúvida a natureza cristã do protestantismo. Sem querer valorizar demais, posto que não vale a pena, a opinião anti-católica deste grupo de protestantes, creio ser necessário comentarmos alguns pontos chave para que os católicos em geral, ou pelo menos aqueles que mantém um contato maior com protestantes, reconheçam que deveriam ser menos otimistas quanto à existência de um elemento cristão genuíno no cristianismo protestante.



Desde seu surgimento, na reforma, o protestantismo elaborou uma série de lemas que se tornaram verdadeiros dogmas de fé do cristianismo protestante. Analisaremos um desses lemas, e vejamos o que ocorre na prática.
Solo Christus
A princípio nada haveria de me opor a esta doutrina essencial da fé cristã pela qual reconhecemos que a figura e a pessoa de Jesus Cristo é, por si só, o centro de nossa vida e esperança. Indubitavelmente, sem Cristo não há cristianismo. Contudo, acontece que na Bíblia ocorre uma realidade muito clara: uma vez que Jesus Cristo se encarnou e fundou sua Igreja não podemos mais separar a realidade de Cristo com a realidade da Igreja. 

A Palavra de Deus é clara neste ponto: 

- A Igreja é o Corpo de Cristo (Cl 1,18). 

- Diz mais: A Igreja é a Sua Plenitude (Ef 1,23). 

- Quem persegue a Igreja, persegue o Cristo (At 9,1-6) 

- E, caso a relação não esteja suficientemente nítida, podemos perceber que a relação entre Cristo e a Igreja é um mistério ao qual São Paulo compara ao mistério da união entre o homem e a mulher (Ef 5,31-32).
Portanto, dizemos a verdade se ensinamos que não pode crer em "Solo Christus" aquele que aceita o Cristo, mas rejeita a Igreja, indissoluvelmente unida a Ele por toda a eternidade. Por isso o Símbolo Niceno-Constantinopolitano afirma em um de seus pontos: "Creio na Santa Igreja Católica e apostólica". Ou seja, desde a antiguidade era demonstrado que a fé ou crença na Igreja era parte da fé cristã. E se o Cristo em pessoa afirmou, sobre o matrimônio, que "o que Deus uniu o homem não separe", mais ainda devemos crer que a união de Cristo com a Igreja está selada eternamente por vontade divina.
Se isto está claro, cabe aqui uma pergunta: 

- atacar a unidade da Igreja não é exatamente o mesmo que atacar o Cristo? 

- É cristão, portanto, dividir o corpo de Cristo em milhares de fragmentos? 

- Ou, pelo contrário, a divisão da unidade do corpo de Cristo não é a arma mais poderosa que satanás poderia se servir durante a história da Igreja?
Quando era protestante, eu via como secundário este assunto de unidade da Igreja e, acima de tudo, sacrificável ao "deus" da pureza doutrinária. Ou seja, a verdadeira doutrina expressa "somente na Bíblia" está um tesouro de muito mais valor que a unidade visível da Igreja de Cristo. Porém não era somente isso. Assim como a imensa maioria dos protestantes, eu tinha um conceito sobre a Igreja que não se acha em lugar nenhum da Bíblia, a não ser através de interpretações torcidas e contorcidas. É o que eu chamo de conceito "docetista" da Igreja, onde se tira a noção de que possa haver uma Igreja visível, organizada e hierarquizada, para se aceitar uma Igreja desorganizada, invisível, pseudo-etérea, sem unidade orgânica real.
Sem muita demora, vejamos o que diz a Bíblia sobre a Igreja:
1 -    Cristo deixou muito claro que a unidade dos cristãos deveria ser semelhante à sua unidade com o Pai e que por essa unidade o mundo deveria crer.
2 -    A Igreja teria uma hierarquia muito bem definida: apóstolos, entre eles Pedro, o primeiro, e logo os bispos e anciãos (presbíteros).
3 -    A Igreja adotaria um sistema de análise chamado Conciliar, tal e como se vê em Atos 15, com o particular fato de que Pedro iniciou os debates sobre os temas em pauta naquele concílio. Além disso, as disposições do Concílio eram de aceitação obrigatória por toda a Igreja.
4-     Os apóstolos eram intolerantes com aqueles que causavam divisões. Encabeçados por Paulo, que teve que se deparar com os "denominacionalismos" de Corinto (1Cor 1,10-13). Também ele deu a Tito uma ordem bem clara sobre o que ele deveria fazer com aqueles que causassem divisões. Deveria admoestá-los primeiro e depois expulsá-los da Igreja, porque haviam-se pervertido (Tt 3,10-11). Judas (Jd 19) coloca que os que causam divisão não possuem o Espírito. E, digamos alto e claro, o apóstolo João mostra em 1Jo 2,18-19 que os que saem da Igreja são anti-cristos, ainda que alguns queiram interpretar este versículo de uma forma mais suave.
Bem, alguém deve estar se perguntando: "E o que tem a ver isto tudo com o protestantismo e 'Solo Christus'?". Respondo: Tem tudo a ver! E mais: o protestante que entende esta realidade, se é honesto e inteligente, necessariamente tem de deixar de ser protestante, a menos que queira pecar gravemente contra Deus.
É evidente que um sistema religioso que afirma aceitar inteiramente o Cristo e todo o seu ensinamento, mas que leva em sua essência o vírus mortal da divisão do corpo de Cristo, somente pode ser definida como anti-cristo. Anti-cristã. Não há justificativa alguma ao fato de que o protestantismo tem sido absolutamente incapaz de manter uma unidade eclesial interna minimamente respeitável. Quando os protestantes se insurgem em apontar, com seus tratados e comentários bíblicos, os erros doutrinários do catolicismo, não se dão conta que a simples existência de uma miríade de denominações protestantes independentes umas das outras é, nos seus olhos, uma trave de proporções apocalípticas.
Parece forte dizer isso, mas a verdade é que o protestantismo é a negação de Cristo desde o momento em que, na prática, nega a existência de uma só Igreja de Cristo, com uma só fé, com um só batismo e um só credo. E, negando a existência dessa Igreja, que é o corpo de Cristo, está se negando o próprio Cristo, ainda que inconscientemente. Ponto final!
Revoluções, Rebeliões - Tudo a ver com o protestantismo!
Se o protestantismo tivesse a capacidade de ter se organizado em uma só denominação, poderíamos hoje contemplar a reforma de um prisma totalmente diferente. Porém, a reforma não foi o que pretendia ser, senão o maior levante de aniquilação da Igreja, com a desculpa de uma verdadeira mudança. Aproveitaram da fraqueza da Igreja da época para tentar destruí-la por completo, mas, graças a Deus, foi na fraqueza que a Igreja despertou com força para novos desafios, ainda que lhe custasse muito recuperar o que havia perdido com a corrupção interna e os desajustes doutrinais e externos.
Para finalizar, ainda me caberia verificar muitas das ramificações desse desastre que é o protestantismo para a cristandade, mas me contentarei em assinalar pelo menos algumas poucas incoerências da agressiva dinâmica dialética que os protestantes usam contra a Igreja Católica:
1 - Os protestantes rejeitam a Igreja Católica por não se basear somente na Bíblia. A verdade é que eles, que dizem basear-se somente na Bíblia, não conseguem chegar a um acordo sobre doutrinas como a Eucaristia, sacramentos, organização eclesial, doutrinas da graça e salvação (calvinismo e arminianismo), etc., etc., etc.
2 - Os protestantes atacam a Igreja Católica por valorizar o papel da Tradição, mas eles mesmos são escravos de suas próprias tradições interpretativas da Palavra de Deus. E, ainda por cima, aceitam grande parte da linguagem e do conteúdo doutrinal que a eles chegou através da...Tradição da Igreja (Trindade, Cânon da Bíblia, Filioque, Pecado Original, Domingo como dia do Senhor).
3 - Os protestantes usam a Bíblia como uma arma contra determinadas doutrinas e práticas católicas, porém nada dizem sobre o que essa mesma Bíblia fala sobre divisões na Igreja, tão presente nas suas igrejas.
4 - Os protestantes atacam a Igreja Católica acusando-na de possuir um sistema de governo ditatorial, porém resulta que boa parte das igrejas protestantes exercem uma tirania a nível denominacional que faria você rir da severidade disciplinar do cardeal Ratzinger.
Por fim, para não estender-me demais, terminarei com uma reflexão. Creio que tanto aqueles que nasceram numa família protestantes como aqueles que saíram da Igreja Católica para o protestantismo deveriam voltar com urgência para a Igreja de Cristo. É incompatível ser de Cristo e pertencer a um sistema religioso que está dividindo continuamente o corpo de Cristo, que nega o princípio da eficácia regeneradora que o Espírito Santo possui na sua condução da Igreja. Muitos protestantes nunca tinham sido defrontados com esta realidade que estou escrevendo. Outros tomaram conhecimento, mas resolveram continuar seguindo suas vidas separados da Igreja, e, portanto, apesar de se revoltarem ao ler isto, separados de Cristo.
É nossa missão evangelizá-los e/ou resistir às suas tentativas de levar católicos da Igreja de Cristo. Sem dúvida, muitos católicos precisam de um contato maior com Cristo, porém este encontro não se dá fora do Corpo de Cristo, nas igrejas protestantes, mas um encontro na Igreja do Cristo verdadeiro.



Traduzido para o Veritatis Splendor por Rondinelly Ribeiro Rosa.



VOCÊ A BÍBLIA? AGRADEÇA À IGREJA CATÓLICA

Ao todo a Igreja expurgou  do Novo Testamento cerca de 94 livros que considerou verdadeiramente APÓCRIFOS: Eis a relação dos livros expurgados: 

1. A Hipóstase dos Arcontes, 2. (Ágrafos Extra-Evangelhos), 3. (Ágrafos de Origens Diversas), 4. Apocalipse da Virgem, 5. Apocalipse de João o Teólogo, 6. Apocalipse de Paulo, 7. Apocalipse de Pedro, 8. Apocalipse de Tomé, 9. Atos de André, 10. Atos de André e Mateus, 11. Atos de Barnabé, 12. Atos de Filipe, 13. Atos de João, 14. Atos de João o Teólogo, 15. Atos de Paulo, 16. Atos de Paulo e Tecla, 17. Atos de Pedro, Atos de Pedro e André, Atos de Pedro e Paulo, Atos de Pedro e os Doze Apóstolos, 18. Atos de Tadeu, 19. Atos de Tomé, 20. Consumação de Tomé, 21. Correspondência entre Paulo e Sêneca, 22. Declaração de José de Arimateia, 23. Descida de Cristo ao Inferno, 24. Discurso de Domingo, 25. Ditos de Jesus ao rei Abgaro, 26. Ensinamentos de Silvano, 27. Ensinamentos do Apóstolo [T]adeu, 28. Ensinamentos dos Apóstolos, 29. Epístola aos Laodicenses, 30. Epístola de Herodes a Pôncio Pilatos, 31. Epístola de Jesus ao rei Abgaro (2 versões), 32. Epístola de Pedro a Filipe, 33. Epístola de Pôncio Pilatos a Herodes, 34. Epístola de Pôncio Pilatos ao Imperador, 35. Epístola de Tibério a Pôncio Pilatos, 36. Epístola do rei Abgaro a Jesus, 37. Epístola dos Apóstolos, 38. Eugnostos, o Bem-Aventurado, 39. Evangelho Apócrifo de João, 40. Evangelho Apócrifo de Tiago, 41. Evangelho Árabe de Infância, 42. Evangelho Armênio de Infância (fragmentos), 43. Evangelho da Verdade, 44. Evangelho de Bartolomeu, 45. Evangelho de Filipe, 46. Evangelho de Marcião, 47. Evangelho de Maria Madalena (ou Evangelho de Maria de Betânia), 48. Evangelho de Matias (ou Tradições de Matias), 49. Evangelho de Nicodemos (ou Atos de Pilatos), 50. Evangelho de Pedro, 51. Evangelho de Tome o Dídimo, 52. Evangelho do Pseudo-Mateus, 53. Evangelho do Pseudo-Tomé, 54. Evangelho dos Ebionitas (ou Evangelho dos Doze Apóstolos), 55. Evangelho dos Egípcios, 56. Evangelho dos Hebreus, 57. Evangelho Secreto de Marcos, 58. Exegese sobre a Alma, 59. Exposições Valentinianas, 60. (Fragmentos Evangélicos Conservados em Papiros), 61. (Fragmentos Evangélicos de Textos Coptas), 62. História de José o Carpinteiro, 63. Infância do Salvador, 65. Julgamento de Pôncio Pilatos, 66. Livro de João o Teólogo sobre a Assunção da Virgem Maria, 67. Martírio de André, 68. Martírio de Bartolomeu, 69. Martírio de Mateus, 70. Morte de Pôncio Pilatos, 71. Natividade de Maria, 72. O Pensamento de Norea, 73. O Testemunho da Verdade, 74. O Trovão, 75. Mente Perfeita, 76. Passagem da Bem-Aventurada Virgem Maria, 77. "Pistris Sophia" (fragmentos), 78. Prece de Ação de Graças, 79. Prece do Apóstolo Paulo, 80. Primeiro Apocalipse de Tiago, 81. Proto-Evangelho de Tiago, 82. Retrato de Jesus, 83. Retrato do Salvador, 84. Revelação de Estevão, 85. Revelação de Paulo, 86. Revelação de Pedro, 87. Sabedoria de Jesus Cristo, 88. Segundo Apocalipse de Tiago, 89. Sentença de Pôncio Pilatos contra Jesus , 90. Sobre a Origem do Mundo, 91. Testemunho sobre o Oitavo e o Nono, 92. Tratado sobre a Ressurreição, 93. Vingança do Salvador, 94. Visão de Paulo e etc.














Fonte: "CRISTO EM NÓS"

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

PROFESSOR DE GENÉTICA ANALISA RELÍQUIA ATRIBUÍDA A CRISTO







... lendo as "autênticas" da relíquia (documentos que garantem sua origem), os especialistas verificaram que em momento algum se fala de Sandálias de Jesus.



Antes bem, as “autênticas”
dizem somente Particulae         Sandaliis SS. Salvatoris”.
Quer dizer,“Partículas das Sandálias do Santíssimo Salvador”.


À Esquerda: Fragmentos das Sandálias 
de Cristo,encastoados em sandálias de 
coroação



Desta maneira, ficou claro que só algumas partes das sandálias de Nosso Senhor estão ali, incorporadas no interior das pantufas riquíssimas em arte e ouro. 

Mas, para a ciência isso é muito insuficiente. Onde estão essas partes não visíveis à simples vista? Como saber se de fato elas são o que dizem ser?
Fragmentos das Sandálias de Cristo
Fragmentos das Sandálias de Cristo, encastoados em sandálias de coroação




Nosso Jesus Cristo usava sandálias, segundo o costume dos judeus na Palestina.


O Evangelho de São Lucas reproduz as seguintes palavras de São João Batista:




“16. ele tomou a palavra, dizendo a todos: Eu vos batizo na água, mas eis que vem outro mais poderoso do que eu, a quem não sou digno de lhe desatar a correia das sandálias; ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo.” (São Lucas 3,16)




E São Marcos narra as seguintes palavras de Nosso Senhor:


“7. Então chamou os Doze e começou a enviá-los, dois a dois; e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos.

8. Ordenou-lhes que não levassem coisa alguma para o caminho, senão somente um bordão; nem pão, nem mochila, nem dinheiro no cinto;

9. como calçado, unicamente sandálias, e que se não revestissem de duas túnicas.” (São Marcos, 6, 7-9)

Mas alguém ouviu que as sandálias de Nosso Senhor, essa divina relíquia, ainda existe?

E, se existe, onde está?

Muito poucos católicos sabem que, após dois mil anos de o Redentor ter pisado nossa Terra, algumas partes de suas sandálias se conservam dignamente veneradas numa basílica da Cristandade.


Basílica do Santíssimo Salvador, Prüm, Alemanha

Estas relíquias se encontram na Basílica Pontifícia do Santíssimo Salvador, na cidade de Prüm na Alemanha.


Prüm fica perto da fronteira com o Luxemburgo, portanto, do mundo de língua francesa. A Basílica pertenceu a uma grande abadia e hoje é a paróquia da cidade.

O historiador Michael Hesemann descreveu como chegaram ali: uma doação do Papa Zacharias (*679 – 741 – +752), que favoreceu muito a evangelização da Alemanha através de São Bonifácio e promoveu a primeira reforma da Igreja franca coroando rei a Pepino III, o Breve.

Este rei ficou muito conhecido por ter sido o pai do primeiro Imperador do Sacro Império, Carlos Magno, e filho de Carlos Martel, o herói da guerra contra os muçulmanos invasores.







No último ano de pontificado, o Papa Zacharias enviou as relíquias das Sandálias de Cristo como inestimável presente a Pepino.

O rei escolheu como tesoureiro o mosteiro de Prüm, fundado pela sua avó, Bertrada a Velha (660 – 721), e o confiou à Ordem de São Bento.

As Sandálias de Cristo chegaram à basílica de Prüm no ano de 725. O templo, em virtude daquele dom, foi chamado do Santíssimo Salvador.



O Papa Zacharias e a esperança posta pela Igreja na França




O Papa Zacharias, como seus predecessores, explica Heseman, via na nação franca “a filha primogênita da Igreja”, o braço armado que poderia libertá-la dos assaltos dos pagãos, muçulmanos e heréticos de toda espécie, e proteger a expansão do Evangelho.

A estirpe dos vencedores de Poitiers era a única esperança material da Igreja, então muito atribulada.

Convencido disso, o papa Zacharias foi até a abadia de Saint-Denis, na vizinha de Paris, para ungir o primeiro rei carolíngio.


Basílica do Santíssimo Salvador, Prüm, detalhe
Basílica do Santíssimo Salvador, Prüm, detalhe

Quando Astulfo turbulento, rei dos Longobardos, soube do fato, logo acertou o passo e cedeu a Pepino extensas regiões que o rei franco logo passou ao Papa, dando origem material ao Estado do Vaticano, que existe até hoje.


Com a preciosa relíquia das Sandálias de Cristo, a abadia de Prüm se tornou o mosteiro mais célebre do reino franco.



A escola monástica de Prüm foi sinônima de ciência e estava consagrada à formação da elite da nobreza.


Em 1794, o mosteiro foi fechado pelo invasor napoleônico. O interesse pela Basílica e suas relíquias diminuiu muito no século XIX.

A torrente de eventos históricos descristianizadores e o entibiamento da Fé contribuíram decisivamente para esquecer a história da relíquia.









Desta maneira, chegando ao presente, apareceu a pergunta: esta relíquia é deveras autêntica?

Como chegou de Jerusalém até o Papa de Roma?

Pior ainda, quem olha para as Sandálias de Cristo com olhar científico, duvida imediatamente.

Pois há no relicário uma espécie de sola ricamente decorada com uma sublime árvore da vida com folhas de ouro.

“Em ambos os lados dessa artística sola há duas sandálias também decoradas ricamente com placas de ouro, que mais se assemelham a um ornamento de coroação que aos objetos da Judéia do primeiro século, tempo de Cristo. Sob este ponto de vista, tudo parece apontar para uma falsificação fantasiosa e até chocante do século VIII”, má arte em que se destacavam falsificadores de Constantinopla.


Fragmentos das Sandálias de Cristo, encastoados em sandálias de coroação
Fragmentos das Sandálias de Cristo, 
encastoados em sandálias de 
coroação

Porém, lendo as "autênticas" da relíquia (docu-mentos que garantem sua origem), os especialistas verificaram que em momento algum se fala de Sandálias de Jesus.


Antes bem, as “autênticas” dizem somente“Particulae Sandaliis SS. Salvatoris”.Quer dizer,“Partículas das Sandálias do Santíssimo Salvador”.


Desta maneira, ficou claro que só algumas partes das sandálias de Nosso Senhor estão ali, incorporadas no interior das pantufas riquíssimas em arte e ouro.


Mas, para a ciência isso é muito insuficiente. 



Onde estão essas partes não visíveis à simples vista? Como saber se de fato elas são o que dizem ser?




Cientista analisa




Interveio então o professor de genética Gérard Lucotte, para estudar com critérios modernos as valiosíssimas as complicadas peças.

Ele apresentou pela primeira vez seus resultados num colóquio científico realizado em abril de 2011 em Argenteuil, cidade hoje integrada na grande Paris.

O Prof. Lucotte informou que a análise química revelou a presença de minerais de silicato, incluindo a montmorilonite, feldspato, silicato de magnésio e sulfato de cálcio, que são característicos do deserto.

A presencia de óxido de ferro também indicava uma região árida como a origem das partes consideradas de época e podendo ser fragmentos das Sandálias de Jesus.

“Ainda mais reveladores – explicou o Prof. Lucotte – são os traços de titânio, elemento relativamente raro. Nós o encontramos nesta composição num ambiente rico em ferro conhecido como ‘Terra Rossa’, principalmente num lugar na terra: a região em volta de Jerusalém”.
Das análises, continuou o especialista, se depreende claramente que sob os enfeites dourados do relicário se encontram “partículas autênticas de Jerusalém”, que no século VIII já eram veneradas como relíquias das Sandálias de Cristo.

Em locais perfeitamente identificados se encontram partes em couro da sola das sandálias com pedacinhos de cadarços.

Para apresentar de modo representativo o valor extraordinário destas relíquias de Jesus, elas foram incrustadas num calçado real da época carolíngia.

Testemunhos históricos

Os testemunhos históricos são da maior importância. Como os múltiplos legados por Santa Helena (*250 +330), mãe do imperador Constantino, que trouxe pessoalmente da Palestina todos os objetos relacionados com Jesus, por volta do 325.

Santa Helena enviou muitas relíquias a Roma, enquanto outras ficaram em Constantinopla.

Um peregrino inglês do século XII deixou escrito que viu naquela capital, além da Coroa de Espinhos, o manto e o instrumento da flagelação, as sandálias de Jesus (cf. Gerhard Kuhnke: “Rome et le linceul – scandale à Turin”, p. 32f). No catálogo de Mesarita figuram também as sandálias.

Relicário aberto das Sandálias de Cristo, Prüm, Alemanha
Como é possível que Jesus tivesse mais de um par de sandálias, ainda ficam por esclarecer muitos e importantes detalhes.

Porém, o que ficou demonstrado é que as relíquias de Prüm são originárias de Jerusalém (Michael Hesemann: “VATIKAN Magazin”, março 2012 p. 28 ss; 2. Prof. Gérard Lucotte: “La Sandale du Christ“ cf. ACTES p. 48ss).


Desta maneira, recorrendo pela primeira vez a estudos científicos, pode-se fundamentar o legado da Tradição a respeito das relíquias de Prüm. As tentativas de negar a autenticidade das descobertas terão que proceder com muita cautela.

Entretanto, não está excluído que maiores e mais exigentes estudos venham a revelar outros aspectos das Sandálias de Jesus.

As Sandálias de Cristo de Prüm, com suas partes de couro, provadamente provenientes da Jerusalém do século I, nos falam do Filho de Deus caminhando com seus pés sobre esta Terra semeando o bem, recolhendo o entusiasmo transitório, a indiferença e até o ódio mais injusto, rumo ao Calvário.

Rei de Israel e do mundo, Ele o fez para nos remir a nós, tão inferiores, indignos e pecadores.

As Sandálias conservam restos do solo da Terra Santa, da Jerusalém do deicídio que Ele, entretanto, tanto amou.

O crime espantoso foi cometido no Calvário, mas a Redenção gloriosa se operou.

Jesus Cristo subiu aos Céus, mas deixou suas sandálias para nos ensinar a caminhar, a seu exemplo, em meio às asperezas deste vale de lágrimas, a fim de aportarmos nossa gotinha de sofrimento em reparação a Ele e como contribuição pobre, mas digna, à obra da Redenção – escreve o Pe. Josef Läufer, que divulga notícias sobre as relíquias de Nosso Senhor Jesus Cristo. 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

POSTAGENS MAIS LIDAS



MÉDIAS DIÁRIAS DE ACESSOS 

Artigo Acessos Md.Diária Post. em
O TRONO DE "OURO" DO PAPA 9.284 29,66 22/10/11
IMAGENS "ADORADAS" EM TEMPLOS EVANGÉLICOS 2.841 8,16 17/09/11
POSTAGENS MAIS ACESSADAS 12 6,00 28/08/12
O TERCEIRO MANDAMENTO PASSOU A SER O SEGUNDO 2.635 5,91 11/06/11
PROFESSOR DE GENÉTICA ANALISA RELÍQUIA ATRIBUÍDA A... 5 5,00 29/08/12
A Rede Globo e as Mentiras Sobre os Documentos “Se... 630 4,47 11/04/12
CONSTANTINOPLA TEM A MESMA AUTORIDADE DE ROMA 1.291 3,98 11/10/11
NINGUÉM BRINCA COM O CARDEAL JOZEF GLEMP 771 3,91 15/02/12
DOM BOSCO: VISÃO DO INFERNO 233 3,88 01/07/12
LISTA DAS "HERESIAS" CATÓLICAS E RESPOSTAS 1.484 3,78 03/08/11
SATANÁS É ADORADO NO VATICANO 826 3,25 20/12/11
"OSTENSIVA ADORAÇÃO A SATANÁS" NO VATICANO 16 3,20 25/08/12
01. COMO FUNCIONA A HIPNOSE - EXPLICAÇÃO DA PSICOL... 88 2,84 30/07/12
PROIBIÇÃO DE IMAGENS 1.201 2,75 20/06/11
A IGREJA CATÓLICA, EMBORA RELUTANTE, ACEITAVA A AS... 878 2,67 06/10/11
O VATICANO APOIOU O NAZISMO E PÔS HITLER NO PODER 1.144 2,67 28/06/11
ILUSÃO SATÂNICA - HIPNOSE E LAVAGEM CEREBRAL 82 2,65 30/07/12
A TERRA ERA QUADRADA - GALILEU PERSEGUIDO 807 2,56 20/10/11
DIÁLOGO ECUMÊNICO ENTRE LUTERO E O DIABO 55 2,50 08/08/12
BRASIL - NAÇÃO EVANGÉLICA 1.060 2,36 07/06/11
PRIMEIRO MANIFESTO INTERNACIONAL CONTRA O COMUNISM... 7 2,33 27/08/12
PEDOFILIA OFICIAL NO MUNDO MUÇULMANO 446 2,26 15/02/12
QUASE À MORTE ELA SE CURA INSTANTANEAMENTE EM LOUR... 9 2,25 26/08/12
1. O QUE É Sola Scriptura? 22 2,20 20/08/12
ÍNDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA 4.061 2,19 30/07/07
A CRUZ SATÂNICA 963 2,16 11/06/11
APÓCRIFOS, OU CANÔNICOS? 12 2,00 24/08/12
CRONOLOGIA 748 1,93 08/08/11
21. FALTAM SETE LIVROS NA BÍBLIA PROTESTANTE 19 1,90 20/08/12
BÍBLIA ÚNICA REGRA DE FÉ? QUE DISPARATE! 19 1,90 20/08/12
DEPOIMENTOS E MENSAGENS DE AGRADECIMENTO 117 1,80 26/06/12
EM DEFESA DA IGREJA 7 1,75 26/08/12
A BÍBLIA, A IGREJA E O PROTESTANTE 31 1,72 12/08/12
OUTRO INSTRUMENTO PELO QUAL ATUALMENTE DEUS IDENTI... 20 1,67 18/08/12
TODA IMAGEM É ÍDOLO PORQUE TODO ÍDOLO É IMAGEM 200 1,60 27/04/12
ALBERTO RIVERA - AS TRAPAÇAS DESTE HERÓI EVANGÉLIC... 728 1,58 26/05/11
MÚSICAS CATÓLICA x MÚSICAS EVANGÉLICAS 76 1,55 12/07/12
JORNALISTA PALHAÇO É DESMASCARADO 151 1,53 23/05/12
O FUNDADOR DA RELIGIÃO MÓRMON É COMPROVADAMENTE UM... 21 1,50 16/08/12
FILME "LUTERO" 11. MÃE MISERÁVEL - FILHA DEFICIENT... 161 1,49 14/05/12
POR QUE GRITAM OS PASTORES EVANGÉLICOS??? 627 1,49 05/07/11
CRONOLOGIA DO PROTESTANTISMO 587 1,45 22/07/11
15 RAZÕES POR QUE DEIXEI DE SER CATÓLICO 604 1,44 07/07/11
A CONCHA DO ÓDIO AO PAPA E AOS CATÓLICOS 23 1,44 14/08/12
CORPOS INCORRUPTOS 86 1,43 01/07/12
02. COMO LÍDERES EVANGÉLICOS USAM A HIPNOSE - PART... 44 1,42 30/07/12
TODAS AS IGREJAS SÃO IGUAIS? 52 1,37 23/07/12
JESUS TEVE IRMÃOS CARNAIS 509 1,34 15/08/11
SURGE O TERMO "IGREJA CATÓLICA" 573 1,30 15/06/11
JOSÉ SMITH - O PROFETA MENTIROSO 515 1,27 23/07/11
AI DAQUELES QUE OUVINDO NÃO DECIDEM MUDAR DE VIDA!... 19 1,27 15/08/12
RESPOSTA AO Pr SÉRGIO RICARDO 473 1,21 04/08/11
20. NÃO PERMITE A INTERPRETAÇÃO DEFINITIVA DA BÍBL... 12 1,20 20/08/12
24. REFERÊNCIAS 12 1,20 20/08/12
10 - CULTOS ESTRANHOS E BIZARROS 37 1,19 30/07/12
MARTINHO LUTERO - HOMICIDA E SUICIDA 39 1,18 28/07/12
PURGATÓRIO – Inventado em 503, 593, 787, 1438… 145 1,17 28/04/12
ESTUDEI O CATOLICISMO PARA COMBATÊ-LO 60 1,15 09/07/12
NENHUM INIMIGO DESTRUIRÁ A ESPOSA DO CORDEIRO 295 1,11 08/12/11
O MILAGRE DE LANCIANO 65 1,10 02/07/12
22. TUDO TEVE ORIGEM A PARTIR DOS PROBLEMAS EMOCIO... 11 1,10 20/08/12
VENERAR É O MESMO QUE ADORAR 493 1,07 27/05/11
O CRISTO DA IGREJA CATÓLICA É INVENÇÃO? 465 1,06 19/06/11
300 - INTRODUZIDA A HERESIA DO SINAL DA CRUZ 386 1,03 23/08/11
CONHECEDOR DO HEBRAICO CORRIGE TRADUÇÕES DA BÍBLIA... 179 1,03 09/03/12
É PREFERÍVEL QUE CATÓLICOS NEM LEIAM ISTO! 66 1,02 26/06/12
O CÂNON BÍBLICO 174 1,01 10/03/12
"EU FAZIA PERGUNTAS DIFÍCEIS" 420 1,00 08/07/11
CRONOLOGIA BÍBLICA - ERA APOSTÓLICA E DESENVOLVIME... 9 1,00 21/08/12
A SUPREMA E INFALÍVEL AUTORIDADE RELIGIOSA: O PROT... 25 1,00 05/08/12
CALÚNIAS TORNAM AINDA MAIS AMADO O PE. CÍCERO 43 1,00 18/07/12
ADORAÇÃO A ÉRIS - JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE - J... 368 1,00 28/08/11