> > >

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

DEPENDEMOS DE OUTROS MEDIADORES ALÉM DE CRISTO?



venilton mendonça: - E os verdadeiros cristãos são mais sabios !!!!!, só retem o que é bom e verdadeiro , paz
================

Chama de sábios aqueles que preferem nada saber sobre a história; quanto podem, fogem da oportunidade de saber o que escreveram nossos primeiros irmãos; sobretudo se recusam terminantemente reconhecer que foi a Igreja católica a única entidade cristã que, antes dos séculos XI e XVI, tinha levado a luz de Cristo às mais remotas partes da terra.

Aparição de Nossa Senhora em Zeitom no Egito,
Esta visão foi presenciada por milhões de
pessoas, cristãos, evangélicos, muçulmanos
e anti-católicos de todo mundo
Além dos predicados acima, esses mesmos "sábios" aceitam como verdadeiros quaisquer truques ou fingimentos de pessoas pagas para representarem falsas curas, e ainda por cima, acreditam que peca contra o Espírito Santo aquele que exige que tais milagres sejam detidamente examinados por peritos capacitados.

A propósito disso há anos que estou pedindo que tais "sábios" mostrem um único milagre acontecido em seus meios e que tenha sido severamente examinado e, até hoje, nunca foram capazes de mostrar.

NÃO EXISTEM MILAGRES VERDADEIROS
EM AMBIENTES HERETICAMENTE CONTAMINADOS,
POIS DEUS NÃO COOPERA COM O MAL
NEM ASSINA COISAS QUE NÃO SÃO SUAS.

Frank Cidrei Gomes 30 minutos atrás
um cristão verdadeiro vale mais do que 10 padres bons

OSWALDO DE PAULA GARCIA 20 minutos atrás
venilton mendonça: -  nenhuma religião pode ser  verdadeira, se pregar que dependemos  de um outro mediador...


Só existe uma religião verdadeira que é a santa Igreja Católica que prega que existe um único mediador que é Nosso Senhor Jesus Cristo...

Mas calma!!!! Vou explicar-lhe sobre a intercessão dos santos.

Os protestantes negam-na na Igreja católica, porém, aceitam-na, em obediência ao que está escrito:

-  "Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguempara que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus" (Mt 5,44);

- "Irmãos, orai por nós" ( 1Te 5:25 )

"Orai por nós, porque confiamos que temos boa consciência, como aqueles que em tudo querem portar-se honestamente" (Heb 13,18)

- "Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos" (Tia 5,16).

Estas mediações, não obstante feitas por diversos, em função de todos, através do Batismo, sermos membros desse corpo de Cristo que é a Igreja, são aceitas pelo Pai como provenientes de seu Filho unigênito, apesar de nossa comunhão com ele ainda ser imperfeita por causa de nossos pecados. Somente no céu é que tal comunhão se torna perfeitíssima, pois todos que ali foram admitidos são santos e imaculados através do sangue do Cordeiro.

Até mesmo aqui na terra, observamos que as pessoas mais santas, e que, portanto, vivem em comunhão mais perfeita com Cristo, suas orações são mais eficazes e são mais rapidamente atendidas. Por que? Porque as orações de Cristo são infalivelmente atendidas.

É por isso que recorremos às orações dos bem-aventurados moradores dos Tabernáculos eternos (Lc 16,9).

OSWALDO DE PAULA GARCIA segundos atrás
venilton mendonça E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.1 João 5:20.

"Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo". (Ef 4,5)

Quem admite Jesus como seu único Senhor e é legitimamente batizado, mas que, infelizmente, professa outra fé que não a ensinada pela única Igreja enviada por Cristo, contrariamente ao que acabou de afirmar, não está em Cristo. A Bíblia exige a obediência da fé, conforme está escrito:

"... Jesus Cristo Nosso Senhor, por quem recebemos a graça e a missão de pregar, para louvor de seu nome, a obediência da fé entre todos os gentios, dos quais fazeis parte também vós..."  (Rm 1,5-6). 

 "... ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema." (Gl 1,8)

Nenhum comentário: